Erevã

Páginas para editores sem sessão iniciada saber mais

Coordenadas: 40° 11' N 44° 31' E

Երևան (Ierevã)

Erevã,[nt 1] Erevan,[5] Ierevan[nt 2] ou Ierevã[7] (em arménio: Երեւան; romaniz.: Erevan; Hye-Yerevan.ogg [jɛɾɛˈvɑn] ) é a capital e maior cidade da Armênia, além de uma das cidades mais antigas continuamente habitadas do mundo.[8] Localizada ao longo do rio Hrazdan, Erevã é o centro administrativo, cultural, e industrial do país. É a capital desde 1918, a décima terceira da história da Armênia, e a sétima localizada dentro ou em volta da planície de Ararate.

A história de Erevã remonta-se ao século VIII a.C., com a fundação da fortaleza de Erebuni em 782 a.C., no reinado de Arguisti I, no extremo oeste da planície de Ararate.[9] Erebuni foi descrita como um "grande centro religioso e administrativo, uma capital inteiramente real."[10] De 1736 a 1828, durante o domínio iraniano sobre a Armênia Oriental, foi o centro do canato de Erevã. Em 1828, tornou-se parte do Império Russo, junto com o resto da Armênia Oriental, após a Guerra russo-persa de 1826–1828. Após a Primeira Guerra Mundial, Erevã tornou-se a capital da Primeira República da Armênia após o influxo de milhares de sobreviventes do genocídio armênio no Império Otomano.[11] A cidade teve uma rápida expansão no decorrer do século XX, parte da história na qual a Armênia fazia parte da União Soviética. De uma cidade provincial do Império Russo, em poucas décadas, Erevã transformou-se no principal centro cultural, artístico e industrial da Armênia, bem como a sede do governo nacional.

Com o crescimento da economia do país, Erevã vem experimentando uma grande transformação, com muitas partes da cidade recebendo novas construções e empreendimentos desde o início da década de 2000, com a multiplicação de outlets, restaurantes, mercados e cafés, que eram raros no período soviético.

A população oficial de Erevã é de 1 060 138 habitantes (2011), cerca de 35% da população total do país. Segundo a estimativa oficial para 2016, a população atual da cidade é de 1 073 700 habitantes.[12]

Erevã foi nomeada a Capital Mundial do Livro de 2012 pela UNESCO.[13]

Os vestígios arqueológicos indicam que foi fundada, em 782 a.C., uma fortaleza urartiana chamada Erebuni (Էրեբունի) por ordens do rei Arguisti I. A Fortaleza de Erebuni era uma sentinela contra os ataques bárbaros a partir do norte do Cáucaso.

Erevã é, assim, uma das mais antigas cidades do mundo dentre as ainda habitadas. Tornou-se uma cidade importante devido à sua localização estratégica no meio das rotas de caravanas entre a Europa e a Índia. Tem a atual designação pelo menos desde o século VII, quando era a capital da Arménia sob soberania persa.

Devido à sua localização, Erevã foi constantemente disputada entre a Pérsia e os otomanos, tendo mudado de mãos inúmeras vezes. A cidade constituiu um canato entre 1604 e 1828 e esteve alternadamente sob domínio da Pérsia e da Turquia. Em 1827, foi conquistada pela Rússia e formalmente cedida pela Pérsia em 1828. Depois da Revolução russa de 1917, foi, durante três anos, a capital da Arménia independente. A partir de 1920, tornou-se capital da República Socialista Soviética Arménia, dentro da União Soviética. Com o fim da União Soviética em 1991, tornou-se a capital da atual República da Arménia.

Erevã é o centro industrial, cultural e científico da região do Cáucaso. É em Erevã, por exemplo, que fica a mais importante universidade da Arménia, a Universidade Estadual de Erevã (1920), além da Academia de Ciências da Arménia, um museu histórico, uma casa de óperas, um conservatório e outros diversos institutos técnicos.

Os arquivos de Matenadaran possuem um rico acervo de manuscritos de origem arménia, grega, hebraica, romana, persa e síria. Erevã tem um grande número de bibliotecas públicas, museus, teatros, jardins botânicos e zoológicos. É também um grande entroncamento ferroviário e o maior centro de comércio agrícola da região. As indústrias de Erevã produzem metais, ferramentas para máquinas, equipamentos elétricos, químicos, tecidos e produtos alimentícios em geral.

As duas principais atrações turísticas são as ruínas da Fortaleza de Erebuni e de uma fortaleza romana. O Aeroporto Zvartnots serve a cidade.

Erevã não é somente sede de empresas arménias, mas também como de empresas transnacionais, devido à sua posição estratégica entre Europa e Ásia. O Banco Nacional da Arménia e a Bolsa de Valores do país e a sede de grandes bancos mundiais funcionam em Erevã.

Recentemente, a cidade passa por uma grande processo de remodelamento onde apartamentos de estilo soviético são demolidos e trocados por modernos edifícios. Apesar disso, o projeto não é bem-visto pela oposição, bem como por alguns residentes.[carece de fontes?]

Erevã é dividida em vários distritos, cada um comandado por um líder eleito.

Atualmente, Erevã tem 25 cidades-irmãs:


Belgrado, Sérvia
Berlim, Alemanha
Bratislava, Eslováquia
Budapeste, Hungria
Liubliana, Eslovénia
Praga, Chéquia
Saraievo, Bósnia e Herzegovina
Vaduz, Liechtenstein
Varsóvia, Polónia
Viena, Áustria
Zagrebe, Croácia

Astana, Cazaquistão 1
Bacu, Azerbaijão 1
Bucareste, Roménia
Erevã, Arménia 2
Kiev, Ucrânia
Minsque, Bielorrússia
Moscovo, Rússia 1
Estepanaquerte, República de Artsaque 3
Sucumi, Abecásia 3
Quixinau, Moldávia
Tiblíssi, Geórgia 1
Tiraspol, Transdniéstria 3
Tsequinváli, Ossétia do Sul 3

Ancara, Turquia 1
Atenas, Grécia
Escópia, Macedónia do Norte
Nicósia, Chipre 2
Nicósia do Norte, Chipre do Norte 3
Podgoritza, Montenegro
Pristina, Kosovo 3
Roma, Itália
San Marino, San Marino
Sófia, Bulgária
Tirana, Albânia
Valeta, Malta
Vaticano, Vaticano

Amesterdão, Países Baixos
Andorra-a-Velha, Andorra
Berna, Suíça
Bruxelas, Bélgica 6
Douglas, Ilha de Man4
Dublim, Irlanda
Gibraltar, Gibraltar4
Haia, Países Baixos
Lisboa, Portugal
Londres, Reino Unido
Luxemburgo, Luxemburgo
Madrid, Espanha
Mónaco, Mónaco
Paris, França
Santo Helério, Jersey4
Porto de São Pedro, Guernsey4

Copenhaga, Dinamarca
Estocolmo, Suécia
Helsínquia, Finlândia
Longyearbyen, Svalbard
Mariehamn, Ilhas Åland
Oslo, Noruega
Reiquiavique, Islândia
Riga, Letónia
Taline, Estónia
Tórshavn, Ilhas Féroe
Vilnius, Lituânia

Astana, Cazaquistão 
Bisqueque, Quirguistão
Duxambé, Tajiquistão
Asgabade, Turcomenistão
Tasquente, Uzbequistão

Daca, Bangladexe
Thimbu, Butão
Nova Deli, Índia
Malé, Maldivas
Catmandu, Nepal
Islamabade, Paquistão
Cota3, Seri Lanca

Pequim, China, Hong Kong, Macau
Tóquio, Japão
Pionguiangue, Coreia do Norte
Seul, Coreia do Sul
Ulã Bator, Mongólia 1
Taipé, Taiwan 2

Moscovo, Rússia 

Bandar Seri Begawan, Brunei
Phnom Penh, Camboja
Díli, Timor-Leste
Jacarta, Indonésia
Vienciana, Laos
Kuala Lumpur, Malásia 4
Putrajaia, Malásia 5
Nepiedó, Mianmar
Manila, Filipinas
Singapura, Singapura
Banguecoque, Tailândia
Hanói, Vietname

Cabul, Afeganistão 6
Erevã, Arménia 
Bacu, Azerbaijão 
Manama, Barém
Nicósia, Chipre 
Tiblíssi, Geórgia 
Teerã, Irão
Bagdá, Iraque
Jerusalém, Israel 7
Amã, Jordânia
Kuwait, Kuwait
Beirute, Líbano
Mascate, Omã
Doha, Catar
Riade, Arábia Saudita
Damasco, Síria
Ancara, Turquia 
Abu Dabi, Emirados Árabes Unidos
Saná, Iémen

Selo soviético comemorativo dos 2750 anos de Erevã