Inspiration4

Páginas para editores sem sessão iniciada saber mais

Inspiration4 (estilizado como INSPIRATI④N) foi um voo espacial lançado no dia 16 de setembro de de 2021, as 00:02:56 UTC.[1][nota 1] O voo de três dias de duração foi o primeiro voo orbital somente com pessoas que não fazem parte de uma agência espacial.[4][5][6][7] O voo foi operado pela SpaceX usando um Crew Dragon que já havia voado. O voo foi patrocinado por Jared Isaacman, que voou ao lado de Hayley Arceneaux, Chistopher Sembroski e Sian Proctor.

O voo foi lançado em 16 de setembro de 2021.[1] Inspiration4 foi a primeira missão tripulada desde a missão de manutenção do Telescópio Espacial Hubble em 2009 cujo objetivo não é visitar uma estação espacial.

Apesar de Jared Isaacman dizer que esta foi "a primeira missão orbital totalmente civil" ("world's first all-civilian spaceflight to orbit."), isto é uma inverdade, pois seguindo a definição de que um "civil" é uma pessoa fora das forças armadas, até o lançamento da Inspiration4 já houveram 15 missões do tipo desde a Soyuz TMA-3. O correto seria considerar a Inspiration4 como sendo a primeira missão com uma "tripulação totalmente particular" - ou seja, que não fazem parte de uma agência governamental.[8]

Como um piloto experiente, qualificado em vários jatos militares,[9][10] e financiador do voo, Jared Isaacman também é o comandante.[7] Isaacman comprou dois assentos para o St. Jude Children's Research Hospital. Um é preenchido por Hayley Arceneaux, 29 anos de idade, empregada da St. Jude e ex paciente de câncer ósseo, agora uma assistente médica no St. Jude Hospital.[11] Outro assento foi rifado numa tentativa de conseguir US$ 200 milhões para o hospital.[12] O quarto tripulante foi escolhido de forma parecida com o Shark Tank.[13] O painel de juízes incluiu Marc Benioff, Stephanie Mehta, Mark Rober e Jon Taffer.[14]

Isaacman e todos os demais passaram pelo treinamento para astronautas comerciais pela SpaceX,[13] incluindo mecânica orbital, operação em ambiente de microgravidade, teste de estresse, treino de emergência, simulação de missão e aprender tanto sobre o Falcon 9 quanto a Dragon.[15]

A missão usa a Crew Dragon Resilience, que teve seu primeiro voo como parte do SpaceX Crew-1 e estava acoplada na Estação Espacial Internacional (março de 2021).[13][16] O adaptador para acoplagem, que geralmente é usado no enganche com a EEI, foi trocado por outra janela (DOME).[17]

A missão foi lançada em um Falcon 9 Block 5, a partir do LC-39A do Centro Espacial John F. Kennedy. Após orbitarem o planeta, a nave realizou uma amerissagem no Oceano Atlântico.[18] O apogeu foi de 575 km, com uma inclinação de 51,6º.[1] A missão gerou uma demanda de outros voos do tipo pela SpaceX.[19]

No dia 3 de agosto de 2021 a Netflix anunciou uma série documental sobre o voo, Countdown: Inspiration4 Mission to Space [en], com lançamento ocorrido no dia 6 de setembro de 2021.[20]

Tripulação em órbita.