Mortalidade infantil

Páginas para editores conectados saiba mais

Mortalidade infantil é o termo que define o óbito de crianças no primeiro ano de vida. Esse número é base para calcular a taxa de mortalidade infantil, referente à relação entre o número de óbitos e do total de crianças nascidas vivas em um mesmo período, e em um determinado local.[1]

É um índice padrão que pode ser utilizado como referência de comparação entre os diferentes países ou regiões do globo. O padrão do índice é expresso utilizando o número de óbitos de crianças com menos de um ano, a cada mil nascidos vivos.[2]

O Fundo das Nações Unidas para a infância (UNICEF) mantém uma ordenação dos países por taxa de mortalidade, utilizando um conceito chamado Under 5 mortality rate ou U5MR definido pela OMS como a probabilidade de uma criança morrer até aos cinco anos de idade, por mil crianças nascidas vivas.[3]

Foram observados progressos no combate à mortalidade infantil ao longo das últimas décadas, e o número de mortes do índice foram reduzidas a mais da metade entre 1990 e 2019. Enquanto em 1990 a média mundial do óbito entre crianças antes dos cinco anos era de 93 a cada 1 000 nascidas vivas, em 2019 a média passou para 38 a cada 1 000. Uma redução de 59%.[3]

Apesar do aumento da taxa de sobrevivência infantil observado nas últimas décadas, é estimado que 5.2 milhões de crianças com menos de cinco anos morreram no ano de 2019. Mais da metade desses óbitos ocorreram na região da África Subsariana.[3]

Fonte: UNICEF[4]