Planalto Armênio

Páginas para editores sem sessão iniciada saber mais

O Planalto Armênio, também conhecido como Platô Armênio, é parte do Planalto da Transcaucásia e constitui na continuação das montanhas do Cáucaso, também chamado de Armênia Oriental. A maior parte do Planalto fica na Turquia e uma pequena parte no Irã. Quase toda a Armênia fica no Planalto, que também se estende a uma parte do Azerbaijão.

Sua área total é de 400 mil km².[1] O ponto mais alto é o Monte Ararate, com 5.165 metros. É uma mistura de planaltos de lava, cones vulcânicos e cordilheiras, com montanhas e estepes e semidesertos. Há um grande número de lagos nas depressões tectônicas (Lago Van, Lago Sevan, Lago Úrmia). O nome Planalto armênio não é usado pelos países vizinhos por diversas razões políticas e históricas.[2][3][4] Na Turquia, o termo Região Oriental da Anatólia (em turco: Doğu Anadolu Bölgesi) é normalmente empregado.

O damasco, nativo da China, chegou à Europa por meio do Planalto armênio. Ele é conhecido desde os tempos antigos como uma fruta armênia, e o seu nome científico na botânica, Prunus armeniaca, deriva do vernáculo latim Armeniacum, mesma raíz de Armênia.

O Planalto Armênio pode ser chamado de "epicentro da Idade do Ferro".[5] É tradicionalmente associado ao local onde era possivelmente o Jardim do Éden.

Orografia do Planalto Armênio
Ararate visto do Doğubeyazıt